Tranças enraizadas

Trançar o cabelo é uma forma de sair do habitual e enfeitar-se. Existem tranças simples e penteados trançados mais aprimorados.


Minhas últimas tranças, com cabelo sintético loiro



Eu sou apaixonada por tranças e acredito que aprendi sozinha, quando trançava minhas Barbies. Me lembro de uma Barbie que tive, a Rapunzel, esta tinha o cabelo até os pés! Era uma delícia. Ali aprendia a fazer a trança embutida (ou trança francesa). Nos meus cabelo costumava fazer tranças soltas e como as pontas era encaracoladas e porosas (por conta de diversas químicas e pouca hidratação), não precisava nem mesmo prender.



Bom, apesar de gostar muito, nunca aprendi a fazer as tranças pregadas na cabeça, conhecidas como nago (ou nagô). Mas com paciência, buscas na internet e treinos, consegui fazer alguma coisinha. Fiz no cabelo de minha cunhadinha:


Maria Luiza, com trança tiarinha presa com piranhinhas (ou agarras) para não soltar
Este vídeo é bem bacana, trança alimentada pelos dois lados:
http://www.youtube.com/watch?v=ZbupGVjj6TY&feature=related


Alimentada por um lado apenas (só faço assim):


E neste site, tem vários modelos de tranças:



Bom divertimento!!!

O que é o "Cabelo"?

Do latim Capillus, "cabelo" nada mais é do que cada um dos fios de pêlos que recobrem a cabeça humana.



Uma pessoa tem em média de 120.000 a 150.000 fios de cabelo na cabeça. Essa variação ocorre por conta do tamanho do crânio, densidade e espessura dos fios que mudam de uma pessoa para outra. Ainda existe o caso de calvície, ou alopécia, que reduzir a quantidade de fios gradativamente até a escassez completa de fios.



O cabelo cresce cerca de um centímetro por mês. Sendo que mais rapidamente no verão e à noite do que no inverno e ao longo do dia.



Os fios de cabelo caem por diversos fatores, o mais comum é a renovação natural, onde um pêlo cai e dá lugar a um novo. Esta queda serve para que o ciclo de vida de cada fio se complete.



Estudo indicam que o hormônio testosterona, estimula a secreção da glândula sebácea à qual o fio de cabelo está ligado, diminuindo sua vida média e acentuando a queda. Por este motivo a calvície atinge principalmente os homens.



Os cabelos são tão firmes na cabeça que suportariam um peso de oitenta quilos. Uma trança aguentaria entre duzentos e trezentos quilos.



Cada fio de cabelo se divide em três partes: cutícula, córtex e medula.

Cutícula - Camada externa do fio de cabelo que se divide e 0 a 12 camadas que, sobrepostas, protegem a estrutura (semelhante à escama de peixes). Por ser transparente nos permite ver a cor do fio do cabelo. A cutícula sofre agressões externas (sol, chuva, poluição etc.) por ação mecânica (escovar, pentear etc.) e transformações químicas (relaxamento, permanente, colorações, reflexos etc.)

Córtex - Região intermediária que determina a forma e cor do cabelo. Nesta região encontramos as seguintes ligações químicas:

• Ligação salina: no simples ato de molhar o cabelo a sua extensão é aumentada.

• Ligação de hidrogênio: a deformação acontece quando transformamos temporariamente o cabelo.

• Ligação de enxofre ou ponte de dissulfeto: só é rompido através de química e sua transformação é permanente.

Medula - É a parte central do fio. Há fios de cabelos que não possuem medula, não modificando em nada sua estrutura. O canal da medula pode estar vazio ou preenchido com Queratina esponjosa. Os estudos ainda não determinaram a função desta região. Estudos recentes apontam as pesquisas para uma associação da medula com o primeiro instante da fase de germinação do fio onde a medula serviria como um "direcionador"do novo fio em direcção ao poro.



Entre a cutícula e o córtex, encontramos moléculas de água e de proteína seladas, mantendo-o maleável, com brilho, forte e macio.



O termo pH é usado para determinar o grau de acidez ou alcalinidade de uma substância. O cabelo, a pele e a unha têm pH levemente ácido, um valor compreendido entre 4,2 e 5,8 na escala. Dessa forma, todos os produtos que entram em contacto com o corpo humano devem ser neutros (pH igual ao do cabelo, pele e unha) ou levemente ácidos (em cosmetologia considera-se pH de até 6,1).



Se lavarmos o cabelo com xampú alcalino, as cutículas abrem. Se não for utilizado condicionador, ao secar, o cabelo fica sem brilho, difícil de pentear e embaraçado.

Primeiro contato

Olá! eu sou a Renata, estudante do curso de cabeleireira profissional pelo Instituto Embelleze de Guarulhos, São Paulo, Brasil.

Espero escrever muito por aqui. A idéia do "Tricologiando" não é discutirmos sobre tricô (Rs). É para trazer tudo o que envolve o tema cabelo de uma forma simples e descomplicada.

Para definir um pouco melhor o nosso objetivo, precisamos entender o que é tricologia. É uma derivação de duas outras da língua grega:

THRICOS = CABELO
LOGOS = ESTUDO

Aqui teremos informação e dicas para que todos entendam sobre as madeixas.

Que todos sejam bem vindos e não deixe de sempre acompanhar as novidades por aqui!

See You
:)

Todo conteúdo deste site é livre